Psoríase nas unhas e seus cuidados - Cover Blog - Produtos Digitais - JP Cosmetics

Psoríase nas unhas e seus cuidados

Psoríase nas unhas é uma doença inflamatória e por vezes crônica que afeta uma parcela considerável da população mundial.  

Embora normalmente associada a lesões na pele, nas unhas, causa uma série de sintomas e incômodos desconfortáveis.  

Tais sintomas podem incluir alterações na aparência das unhas, como manchas brancas, linhas verticais, espessamento, ondulação e descoloração, além de dor, coceira e sensibilidade ao toque.  

Não raro esses sintomas afetam significativamente a qualidade das pessoas, interferindo nas atividades diárias ou causando constrangimento social.  

No decorrer deste artigo exploraremos este mal que se chama psoríase nas unhas, seus sintomas e os cuidados a serem tomados para um tratamento eficaz. 

Entendendo a Psoríase

Psoríase é uma doença inflamatória crônica que impacta de forma significativa a qualidade de quem é acometido por este mal.  

Dependendo da gravidade, as lesões causam constrangimentos sociais, que interferem nas relações interpessoais, sobretudo quando os quirodáctilos, ou seja, quando os dedos da mão estão acometidos, prejudicando o bem-estar físico e emocional.  

As unhas das mãos são acometidas em aproximadamente 50%, e as dos pés em até 35% dos casos. 

Tais sintomas trazem alterações na aparência das unhas, como manchas brancas, linhas verticais, espessamento, ondulação e descoloração, dor, coceira e sensibilidade.


Este artigo pode interessar a você: UNHA ENCRAVADA: CAUSAS E TRATAMENTOS


Principais sintomas

Os principais sintomas são manchas amareladas nas unhas, descamação e placas avermelhadas na pele das mãos e pés.  

A doença faz com que a unha escame e até esfarelar. Onde também crescem mais grossas e descolam da carne.  

Ciente do fato, o primeiro passo é procurar um dermatologista, e fazer um diagnóstico e indicar o tratamento adequado. 

O indivíduo acometido deste mal deve evitar fazer as unhas quando os sintomas e as inflamações aparecem. Pois, pele e unha ficam sensíveis.  

Podemos citar o exemplo de tirar cutículas e passar esmalte, onde tal procedimento piora o quadro. Porém, não existe risco de contrair a doença na manicure, nem de contaminar a outra pessoa por meio do alicate e outros instrumentos, pois não é contagiosa.  

Contudo, se o paciente não estiver com tais sintomas aparentes, como as placas e inflamações, pode ir à manicure. 

Outra dica é manter os dedos e a unha hidratados, para controlar os sintomas da psoríase. Ou seja, use o hidratante da sua preferência e específico para esta região do corpo.  

Outra dica é evitar produtos com perfumes, que estão sujeitos a reações alérgicas na pele. 

A psoríase nas unhas é menos comum, mas suas características principais são iguais às outras formas da doença. Entretanto, vale ressaltar que é uma doença imunológica que se manifesta na pele. 

Tendo as unhas um crescimento mais lento do que a renovação da pele, os sintomas da psoríase nas unhas podem demorar mais para passar do que, por exemplo, as inflamações na pele. O importante é tratar e tomar o cuidado para não agredir a área afetada. 

Contudo, infelizmente, não tem cura, mas existem tratamentos para os seus sintomas.  

Psoríase nas unhas e seus cuidados

Embora não haja cura para a psoríase, como citamos, existem várias opções de tratamento disponíveis para gerenciar os sintomas e melhorar a aparência e a saúde das unhas. 

Logo abaixo algumas recomendações de tratamentos para psoríase nas unhas:  

Tópicos – como cremes ou pomadas, podem ser usados para controlar a inflamação e a coceira nas unhas.  

Tais ingredientes incluem corticosteroides, calcipotrieno e tazaroteno. Porém, os tratamentos tópicos de modo geral não são tão eficazes para a psoríase nas unhas quanto a outras formas de psoríase. 

Sistêmicos – medicamentos orais ou injetáveis, como metotrexato, ciclosporina ou inibidores de TNF-alfa. 

Podem ser prescritos para quem tem psoríase nas unhas em estágio avançado ou grave. O objetivo destes medicamentos fornece ao sistema imunológico o controle da inflamação e a produção abundante de células da pele. 

Cuidado pessoal – cuidados regulares com as unhas ajudam a minimizar os sintomas e evitar danos adicionais.  

Em outras palavras, inclui manter as unhas curtas e limpas, usar luvas ao manusear produtos químicos ou trabalhos manuais, e evitar lesões nas unhas. 

Luz – Por meio da fototerapia que é um tratamento que utiliza luz ultravioleta no controle da inflamação e a coceira associadas à psoríase.  

O tratamento pode ser especialmente eficaz para a psoríase nas unhas, portanto, provém de um acompanhamento dermatológico. 

Estilo de vida – Alguns hábitos na rotina devem mudar, como: redução do estresse, dieta saudável, ausência de álcool. 

O tratamento da psoríase nas unhas pode ser desafiador e exigir um pouco do elemento de tentativa e erro para a combinação certa de tratamentos para cada pessoa.  

Converse com seu dermatologista para discutir as opções de tratamento e traçar um plano de cuidados necessários compatíveis com sua realidade e gravidade do problema.  

Relembrando…

A psoríase nas unhas é uma condição comum que afeta uma porcentagem significativa de pacientes com psoríase.  

Os sintomas incluem alterações na aparência das unhas, dor, coceira e sensibilidade ao toque, e podem interferir significativamente na qualidade de vida dos pacientes.  

No entanto, existem várias opções de tratamento disponíveis, das quais citamos incluindo medicações tópicas e orais, fototerapia e cuidados regulares. 

Além disso, é importante que os pacientes mantenham um estilo de vida saudável, evitando fator desencadeador, como estresse, e consumo excessivo de álcool.  

Com o diagnóstico precoce e o tratamento adequado, é possível gerenciar eficazmente os sintomas da psoríase nas unhas e melhorar a qualidade de vida. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =